Glossário

Descubra e aprenda o significado de diversos termos utilizados no mercado pet!

Descubra e aprenda o significado de diversos termos utilizados no mercado pet!

Pressiona "Ctrl + F" para encontrar

a sua palavra.

Pressiona "Ctrl + F" para encontrar

a sua palavra.

A

A

AAFCO: Association of American Feed Control Officials, órgão

americano responsável pelo controle de qualidade e segurança dos

ingredientes destinados ao consumo animal.


Abinpet: Associação Brasileira de Indústria de Produtos para Animais

de Estimação, criada em 1980 e tem como objetivo representar os

interesses das indústrias de alimentos para animais de companhia

junto às áreas governamentais.


Ácido Cítrico: Conservante natural responsável por inibir o

crescimento de microorganismo no alimento como bactéria, fungo

e bacilos.


Ácidos Graxos: Maior componente da gordura serve principalmente

como fonte de energia e alguns são considerados essenciais, ou

seja, tem que obrigatoriamente estar presente na alimentação como

alguns Ácidos Graxos pertencentes a família Ômega 3 e Ômega 6.


Água: Nutriente de maior importância para a sobrevivência, o corpo

pode ser composto por até 70% de água.


Alimento: Substância utilizado por um animal como fontes de

energia e nutrientes para manter suas funções vitais.


Alimento Balanceado: Alimento caracterizado por conter os

nutrientes em quantidades adequadas as necessidades dos animais.


Alimento Coadjuvante: Alimento adaptado as necessidades

causadas por uma doença, auxiliando assim na sua manutenção e/

ou cura.


Alimento Completo: Alimento que possui todos os nutrientes

necessários para os animais.

AAFCO: Association of American Feed Control Officials, órgão

americano responsável pelo controle de qualidade e segurança dos

ingredientes destinados ao consumo animal.


Abinpet: Associação Brasileira de Indústria de Produtos para Animais

de Estimação, criada em 1980 e tem como objetivo representar os

interesses das indústrias de alimentos para animais de companhia

junto às áreas governamentais.


Ácido Cítrico: Conservante natural responsável por inibir o

crescimento de microorganismo no alimento como bactéria, fungo

e bacilos.


Ácidos Graxos: Maior componente da gordura serve principalmente

como fonte de energia e alguns são considerados essenciais, ou

seja, tem que obrigatoriamente estar presente na alimentação como

alguns Ácidos Graxos pertencentes a família Ômega 3 e Ômega 6.


Água: Nutriente de maior importância para a sobrevivência, o corpo

pode ser composto por até 70% de água.


Alimento: Substância utilizado por um animal como fontes de

energia e nutrientes para manter suas funções vitais.


Alimento Balanceado: Alimento caracterizado por conter os

nutrientes em quantidades adequadas as necessidades dos animais.


Alimento Coadjuvante: Alimento adaptado as necessidades

causadas por uma doença, auxiliando assim na sua manutenção e/

ou cura.


Alimento Completo: Alimento que possui todos os nutrientes

necessários para os animais.

Alimento Extrusado: Alimento que passa por um processo de

cozimento (extrusão) com alta temperatura e pressão deixando-o

com uma melhor digestibilidade.


Alimento Seco: Alimento caracterizado por ter no máximo 12% de

umidade na sua formulação.


Alimento Semi-Úmido: Alimento caracterizado por apresentar até

25% de umidade, conhecido também como alimento macio.


Alimento Úmido: Alimento caracterizado por apresentar mais de

60% de umidade.

Amido: Fração do carboidrato que pode ser digerido e transformado

em glicose pelos cães e gatos. Uma das funções é o fornecimento

de energia.


Aminoácido: Constituinte das proteínas, divididos em aminoácidos

essenciais (obrigatório no alimento) e aminoácidos não essenciais

(sintetizados pelo organismo), cada aminoácido possui funções

específicas como transporte, hormonal, imunidade (anticorpos),

musculatura reparação de tecido, entre outras.


Antioxidantes: São substâncias que tem o objetivo de prevenir a

oxidação e diminuir a ação dos radicais livres. Podem ter origem

sintética (exemplo BHA, BHT etc) ou natural (extrato de alecrim, beta

caroteno, etc).

Os antioxidantes podem agir de duas formas:

a) protege o produto prevenindo sua deterioração

b) protege as células dos danos causados pelos radicais livres.



APPCC: Análise de Perigo e Pontos Críticos de Controle, conjunto de

medidas que juntamente com BPF tem o objetivo de prevenir a ocorrência

de problemas em todas as etapas do processo desde a recepção de

matéria-prima até a chegada do produto ao consumidor final.

Arroz: Uma das fontes de amido utilizado nos alimentos para pet

possuindo uma digestão fácil e rápida.

Alimento Extrusado: Alimento que passa por um processo de

cozimento (extrusão) com alta temperatura e pressão deixando-o

com uma melhor digestibilidade.


Alimento Seco: Alimento caracterizado por ter no máximo 12% de

umidade na sua formulação.


Alimento Semi-Úmido: Alimento caracterizado por apresentar até

25% de umidade, conhecido também como alimento macio.


Alimento Úmido: Alimento caracterizado por apresentar mais de

60% de umidade.

Amido: Fração do carboidrato que pode ser digerido e transformado

em glicose pelos cães e gatos. Uma das funções é o fornecimento

de energia.


Aminoácido: Constituinte das proteínas, divididos em aminoácidos

essenciais (obrigatório no alimento) e aminoácidos não essenciais

(sintetizados pelo organismo), cada aminoácido possui funções

específicas como transporte, hormonal, imunidade (anticorpos),

musculatura reparação de tecido, entre outras.


Antioxidantes: São substâncias que tem o objetivo de prevenir a

oxidação e diminuir a ação dos radicais livres. Podem ter origem

sintética (exemplo BHA, BHT etc) ou natural (extrato de alecrim, beta

caroteno, etc).

Os antioxidantes podem agir de duas formas:

a) protege o produto prevenindo sua deterioração

b) protege as células dos danos causados pelos radicais livres.



APPCC: Análise de Perigo e Pontos Críticos de Controle, conjunto de

medidas que juntamente com BPF tem o objetivo de prevenir a ocorrência

de problemas em todas as etapas do processo desde a recepção de

matéria-prima até a chegada do produto ao consumidor final.

Arroz: Uma das fontes de amido utilizado nos alimentos para pet

possuindo uma digestão fácil e rápida.

B

B

Beta Caroteno: Ou carotenóide é um pigmento de cor amareloalaranjado encontrado em frutas e legumes, possui as funções de fonte de vitamina A para os cães e de antioxidante, evitando a ação dos radicais livres nas células.


Bolas de pelo: Conhecida também como “hairball” ou tricobezoar

é um aglomerado de pelos que se forma principalmente no trato

gástrico do gato. Devido ao hábito dos gatos se lamberem eles

ingerem os pelos, com a dificuldade de eliminação desses pelos

ingeridos eles acabam aglomerando e formando as Bolas de Pelos

Beta Caroteno: Ou carotenóide é um pigmento de cor amareloalaranjado encontrado em frutas e legumes, possui as funções de fonte de vitamina A para os cães e de antioxidante, evitando a ação dos radicais livres nas células.


Bolas de pelo: Conhecida também como “hairball” ou tricobezoar

é um aglomerado de pelos que se forma principalmente no trato

gástrico do gato. Devido ao hábito dos gatos se lamberem eles

ingerem os pelos, com a dificuldade de eliminação desses pelos

ingeridos eles acabam aglomerando e formando as Bolas de Pelos

BPF: Boas Práticas de Fabricação abrange um conjunto de

medidas que devem ser adotadas pelas indústrias de alimento

a fim de garantir a qualidade sanitária e a conformidade dos

produtos segundo os regulamentos técnicos estabelecidos.

Alguns princípios do BPF:


1- Pessoal – higiene pessoal, uniformes e acessórios adequados

(calçados, luvas, jaleco).


2- Edifícios e Instalações – revestimento de parede, piso, pintura,

manutenção preventiva e corretiva.


3- Armazenamento e Distribuição – armazenamento e cuidados

com produto acabado e matéria prima, estocagem e condições dos

veículos de transporte.


4- Limpeza e Desinfecção – processo (químico ou físico), produto e

método de limpeza e desinfecção.


5- Sanitização – medidas de controle, para exterminar e controlar

as pragas.

BPF: Boas Práticas de Fabricação abrange um conjunto de

medidas que devem ser adotadas pelas indústrias de alimento

a fim de garantir a qualidade sanitária e a conformidade dos

produtos segundo os regulamentos técnicos estabelecidos.

Alguns princípios do BPF:


1- Pessoal – higiene pessoal, uniformes e acessórios adequados

(calçados, luvas, jaleco).


2- Edifícios e Instalações – revestimento de parede, piso, pintura,

manutenção preventiva e corretiva.


3- Armazenamento e Distribuição – armazenamento e cuidados

com produto acabado e matéria prima, estocagem e condições dos

veículos de transporte.


4- Limpeza e Desinfecção – processo (químico ou físico), produto e

método de limpeza e desinfecção.


5- Sanitização – medidas de controle, para exterminar e controlar

as pragas.

C

C

Cálcio: Mineral necessário para a formação de ossos, dentes,

contração muscular e transmissão nervosa.


Cálculo Dental: Vulgarmente chamado de tártaro é a mineralização

provocada pelo cálcio salivar na placa bacteriana aderida no dente.


Cálculo Urinário: Formado na urina por minerais e sempre associado

a alterações na sua composição, os principais são os cálculos de

estruvita, oxalato de cálcio e cistina.


Carboidratos: São os principais constituintes energéticos presentes

nos vegetais. Segundo a ligação química presentes em suas

moléculas são classificados como amidos ou fibras.

Cálcio: Mineral necessário para a formação de ossos, dentes,

contração muscular e transmissão nervosa.


Cálculo Dental: Vulgarmente chamado de tártaro é a mineralização

provocada pelo cálcio salivar na placa bacteriana aderida no dente.


Cálculo Urinário: Formado na urina por minerais e sempre associado

a alterações na sua composição, os principais são os cálculos de

estruvita, oxalato de cálcio e cistina.


Carboidratos: São os principais constituintes energéticos presentes

nos vegetais. Segundo a ligação química presentes em suas

moléculas são classificados como amidos ou fibras.

Cobre: Mineral importante para a síntese de colágeno, na pele

participa da formação de melanina, responsável pela pigmentação

da pele e da pelagem.


Condroitina: O Sulfato de Condroitina age nas articulações inibindo

a ação da enzima (hialuronidase) responsável pela degradação da

camada articular.


Conservante: Substancia destinada a manter a integridade dos

alimentos, evita a rancificação da gordura e o crescimento de

microorganismos.


Cromo: Mineral que atua em conjunto com a insulina estimulando a

utilização da glicose.

Cobre: Mineral importante para a síntese de colágeno, na pele

participa da formação de melanina, responsável pela pigmentação

da pele e da pelagem.


Condroitina: O Sulfato de Condroitina age nas articulações inibindo

a ação da enzima (hialuronidase) responsável pela degradação da

camada articular.


Conservante: Substancia destinada a manter a integridade dos

alimentos, evita a rancificação da gordura e o crescimento de

microorganismos.


Cromo: Mineral que atua em conjunto com a insulina estimulando a

utilização da glicose.

D

D

DHA: Ácido docosaexaenóico ácido graxo da família Ômega 3 e tem

importância para melhorar a capacidade de aprendizagem. Os óleos

de peixe são fontes de DHA.


Diabetes: Doença endócrina (hormonal) caracterizada pela perda na

capacidade de produzir (diabetes tipo 1 – mais comum em cães)

ou defeitos na ação (diabetes tipo 2 – mais comum em gatos) da

insulina.

DHA: Ácido docosaexaenóico ácido graxo da família Ômega 3 e tem

importância para melhorar a capacidade de aprendizagem. Os óleos

de peixe são fontes de DHA.


Diabetes: Doença endócrina (hormonal) caracterizada pela perda na

capacidade de produzir (diabetes tipo 1 – mais comum em cães)

ou defeitos na ação (diabetes tipo 2 – mais comum em gatos) da

insulina.

Digestão: Alteração que o alimento sofre para se transformar em

pequenas partículas e assim ter a correta absorção.


Digestibilidade: Capacidade porcentual de aproveitamento do

alimento ou ingrediente.

Digestão: Alteração que o alimento sofre para se transformar em

pequenas partículas e assim ter a correta absorção.


Digestibilidade: Capacidade porcentual de aproveitamento do

alimento ou ingrediente.

E

E

Energia: Fornecimento de calorias para o organismo utilizar em suas

atividades corporais. No alimento há 3 fontes de energia: proteína,

carboidrato e gordura, A energia é medida em Kcal (quilo calorias).

A necessidade energética de um animal depende de vários fatores

como a atividade física, idade, temperatura climática, metabolismo,

entre outras.


Energia Bruta: Energia química presente no alimento.


Energia Digestível: Energia química presente no alimento menos a

energia contida nas fezes.


Energia Líquida: Energia realmente aproveitada pelo organismo.

Consiste na Energia metabolizável menos a energia perdida em

forma de calor nas reações metabólicas. Obtida pelo animal após

perdas calóricas devido ao processo metabólico da proteína e

carboidrato.

Energia: Fornecimento de calorias para o organismo utilizar em suas

atividades corporais. No alimento há 3 fontes de energia: proteína,

carboidrato e gordura, A energia é medida em Kcal (quilo calorias).

A necessidade energética de um animal depende de vários fatores

como a atividade física, idade, temperatura climática, metabolismo,

entre outras.


Energia Bruta: Energia química presente no alimento.


Energia Digestível: Energia química presente no alimento menos a

energia contida nas fezes.


Energia Líquida: Energia realmente aproveitada pelo organismo.

Consiste na Energia metabolizável menos a energia perdida em

forma de calor nas reações metabólicas. Obtida pelo animal após

perdas calóricas devido ao processo metabólico da proteína e

carboidrato.

Energia Metabolizável: Energia química presente no alimento

menos a energia perdida e contida nas fezes e na urina. Geralmente

é a forma de expressa em alguns rótulos de embalagem.


EPA: Ácido Eicosapentaenóico, ácido graxo da família Ômega 3 e

importante para a resposta imune, limita o risco de um processo de

inflamação. Os óleos de peixe são fontes de EPA.


Extrato de alecrim: Conservante natural que evita a oxidação da

gordura.


Extrato de Yucca: Yucca é uma planta mexicana que tem propriedades

de diminuir a fermentação protéica no intestino reduzindo o odor das

fezes.


Extrato Etéreo: Análise laboratorial para determinar a quantidade de

gordura presente em um alimento. Nessa análise são determinadas

todas as substâncias que foram extraídas pelo éter (por isso extrato

etéreo). Essas substâncias são classificadas como gorduras.

Energia Metabolizável: Energia química presente no alimento

menos a energia perdida e contida nas fezes e na urina. Geralmente

é a forma de expressa em alguns rótulos de embalagem.


EPA: Ácido Eicosapentaenóico, ácido graxo da família Ômega 3 e

importante para a resposta imune, limita o risco de um processo de

inflamação. Os óleos de peixe são fontes de EPA.


Extrato de alecrim: Conservante natural que evita a oxidação da

gordura.


Extrato de Yucca: Yucca é uma planta mexicana que tem propriedades

de diminuir a fermentação protéica no intestino reduzindo o odor das

fezes.


Extrato Etéreo: Análise laboratorial para determinar a quantidade de

gordura presente em um alimento. Nessa análise são determinadas

todas as substâncias que foram extraídas pelo éter (por isso extrato

etéreo). Essas substâncias são classificadas como gorduras.

F

F

Ferro: Mineral indispensável para a formação da hemoglobina,

responsável pelo transporte de oxigênio no organismo.


Fibras: Porção do carboidrato que apresenta ligação química ß1-6

a qual não é quebrada pelas enzimas intestinais de cães e gatos,

mas que sofrem fermentação no intestino grosso. Tem como função

regular o trânsito intestinal e fornecer substratos para a microbióta

intestinal. São classificadas segundo o grau de fermentabilidade e

solubilidade. Exemplos de fibras incluem polpa de beterraba, fibra de

cana, casca de ervilha e prebióticos como o F.O.S.

Ferro: Mineral indispensável para a formação da hemoglobina,

responsável pelo transporte de oxigênio no organismo.


Fibras: Porção do carboidrato que apresenta ligação química ß1-6

a qual não é quebrada pelas enzimas intestinais de cães e gatos,

mas que sofrem fermentação no intestino grosso. Tem como função

regular o trânsito intestinal e fornecer substratos para a microbióta

intestinal. São classificadas segundo o grau de fermentabilidade e

solubilidade. Exemplos de fibras incluem polpa de beterraba, fibra de

cana, casca de ervilha e prebióticos como o F.O.S.

Flora Intestinal: Este termo não é mais usual, o correto é microbiota

intestinal. É composta por microorganismos (bactérias, fungos,

protozoários) que estão no intestino. Existem bactérias que

contribuem para a saúde intestinal e geral (exemplo Bifidobactérias

e Lactobacilus) e outras que podem causar malefícios (Clostridium,

E.coli). Existe uma relação direta entre a flora intestinal e a

composição da dieta.


F.O.S.: Fruto-Oligossacarídeo, fibra responsável pelo fornecimento

de nutrientes para a flora intestinal benéfica, aumentando sua

quantidade e mantendo o trato digestório em equilíbrio. Fonte

Inulina.


Fósforo: Mineral que junto com o cálcio é responsável pela

calcificação óssea.

Flora Intestinal: Este termo não é mais usual, o correto é microbiota

intestinal. É composta por microorganismos (bactérias, fungos,

protozoários) que estão no intestino. Existem bactérias que

contribuem para a saúde intestinal e geral (exemplo Bifidobactérias

e Lactobacilus) e outras que podem causar malefícios (Clostridium,

E.coli). Existe uma relação direta entre a flora intestinal e a

composição da dieta.


F.O.S.: Fruto-Oligossacarídeo, fibra responsável pelo fornecimento

de nutrientes para a flora intestinal benéfica, aumentando sua

quantidade e mantendo o trato digestório em equilíbrio. Fonte

Inulina.


Fósforo: Mineral que junto com o cálcio é responsável pela

calcificação óssea.

G

G

Glicosamina: Sulfato de Glicosamina, ajuda a preservar a integridade

da articulação por ser o maior constituinte da camada articular.


Gordura: Também conhecida como lipídeo é a principal fonte de

energia do cão e do gato, é fonte de ácidos graxos, tem função

estrutural para a pele e pelo e também tem a função de carrear as

vitaminas lipossolúveis. Funciona como um excelente palatabilizante.

Glicosamina: Sulfato de Glicosamina, ajuda a preservar a integridade

da articulação por ser o maior constituinte da camada articular.


Gordura: Também conhecida como lipídeo é a principal fonte de

energia do cão e do gato, é fonte de ácidos graxos, tem função

estrutural para a pele e pelo e também tem a função de carrear as

vitaminas lipossolúveis. Funciona como um excelente palatabilizante.

Gordura de Frango: Fonte de energia e principalmente de Ômega 6.

Gordura de Frango: Fonte de energia e principalmente de Ômega 6.

H

H

Hairball: Ver bolas de pelos.

Hairball: Ver bolas de pelos.

Hexametafosfato de Sódio: Sais que tem a função de impedir a

fixação do cálcio salivar na placa bacteriana dos dentes, prevenindo

a formação do cálculo dental.

Hexametafosfato de Sódio: Sais que tem a função de impedir a

fixação do cálcio salivar na placa bacteriana dos dentes, prevenindo

a formação do cálculo dental.

I

I

Ingredientes: Matéria prima utilizada no alimento com objetivo de

fornecer os nutrientes necessários.


Insulina: Hormônio responsável pelo controle da glicemia no sangue,

sua falta ou defeitos em sua ação caracteriza o diabetes.

Ingredientes: Matéria prima utilizada no alimento com objetivo de

fornecer os nutrientes necessários.


Insulina: Hormônio responsável pelo controle da glicemia no sangue,

sua falta ou defeitos em sua ação caracteriza o diabetes.

Inulina: Ver F.O.S.

Inulina: Ver F.O.S.

L

L

L-Carnitina: Aminoácido não essencial, que quando incorporado

ao alimento, otimiza a queima de gordura de depósito, ajudando no

emagrecimento (obesidade) e no fornecimento energético (animais

que apresentam intensa atividade física).

L-Carnitina: Aminoácido não essencial, que quando incorporado

ao alimento, otimiza a queima de gordura de depósito, ajudando no

emagrecimento (obesidade) e no fornecimento energético (animais

que apresentam intensa atividade física).

Lipídeo: Ver Gordura

Lipídeo: Ver Gordura

M

M

Magnésio: Mineral, que como o cálcio e o fósforo, é um dos

componentes do esqueleto. Além disso, está relacionado com a

ativação de várias enzimas.


Manganês: Mineral relacionado com o sistema imune, crescimento

ósseo, reprodução e atividade enzimática.


Matéria Seca: Consiste na porção do alimento menos o teor de

umidade (água) presente no mesmo.


Massa Corporal Magra: O corpo do animal é formado basicamente por dois componentes, a massa corporal magra e a massa gorda. O

componente massa corporal magra é a fração isenta de gordura, é

constituída de ossos, músculos e vísceras.

Magnésio: Mineral, que como o cálcio e o fósforo, é um dos

componentes do esqueleto. Além disso, está relacionado com a

ativação de várias enzimas.


Manganês: Mineral relacionado com o sistema imune, crescimento

ósseo, reprodução e atividade enzimática.


Matéria Seca: Consiste na porção do alimento menos o teor de

umidade (água) presente no mesmo.


Massa Corporal Magra: O corpo do animal é formado basicamente por dois componentes, a massa corporal magra e a massa gorda. O

componente massa corporal magra é a fração isenta de gordura, é

constituída de ossos, músculos e vísceras.

Microbiota intestinal: ver Flora Intestinal.


Minerais: Matéria inorgânica que cumpre várias funções no

organismo. Nas embalagens é expressa em porcentagem máxima e

definida como matéria mineral.


Mineral quelatado: Mineral ligado a outra substância (por

exemplo aminoácido) com o objetivo de melhorar a sua absorção e

consequentemente sua utilização pelo organismo.


M.O.S.: Mannan-oligossacarídeos, prebióticos inibindo a fixação

das bactérias potencialmente patogênicas na mucosa intestinal,

evitando sua multiplicação e mantendo o equilíbrio da microbiota

intestinal.

Microbiota intestinal: ver Flora Intestinal.


Minerais: Matéria inorgânica que cumpre várias funções no

organismo. Nas embalagens é expressa em porcentagem máxima e

definida como matéria mineral.


Mineral quelatado: Mineral ligado a outra substância (por

exemplo aminoácido) com o objetivo de melhorar a sua absorção e

consequentemente sua utilização pelo organismo.


M.O.S.: Mannan-oligossacarídeos, prebióticos inibindo a fixação

das bactérias potencialmente patogênicas na mucosa intestinal,

evitando sua multiplicação e mantendo o equilíbrio da microbiota

intestinal.

N

N

Níveis de Garantia: Informações na embalagem que garantem os

níveis máximos ou mínimos dos nutrientes presentes no alimento.


N.R.C.: National Research Council é um órgão americano não

governamental que revisa temas específicos. Em 2006 revisou as

necessidades nutricionais de cães e gatos.

Níveis de Garantia: Informações na embalagem que garantem os

níveis máximos ou mínimos dos nutrientes presentes no alimento.


N.R.C.: National Research Council é um órgão americano não

governamental que revisa temas específicos. Em 2006 revisou as

necessidades nutricionais de cães e gatos.

Nutriente: Componente do alimento responsável pelo fornecimento

de energia e substâncias essenciais para o funcionamento do

organismo.


Nutrientes Funcionais: Também chamado de nutracêuticos são

aqueles que, além do seu valor nutritivo intrínseco, contem um ou

mais compostos que apresentam funções bioquímicas e fisiológicas

benéficas a saúde.

Nutriente: Componente do alimento responsável pelo fornecimento

de energia e substâncias essenciais para o funcionamento do

organismo.


Nutrientes Funcionais: Também chamado de nutracêuticos são

aqueles que, além do seu valor nutritivo intrínseco, contem um ou

mais compostos que apresentam funções bioquímicas e fisiológicas

benéficas a saúde.

O

O

Obesidade: Enfermidade caracterizada pelo acúmulo de gordura

corporal suficiente para prejudicar a saúde. É causada pelo

desequilíbrio entre o consumo e gasto energético.


Óleo de Canola: Ingrediente utilizado como fonte de energia e fonte

de ácido linoléico, ácido graxo da família Ômega 6.


Óleo de Linhaça: Ingrediente utilizado como fonte de energia e fonte

de ácido alfa linolênico, ácido graxo da família Ômega 3.

Obesidade: Enfermidade caracterizada pelo acúmulo de gordura

corporal suficiente para prejudicar a saúde. É causada pelo

desequilíbrio entre o consumo e gasto energético.


Óleo de Canola: Ingrediente utilizado como fonte de energia e fonte

de ácido linoléico, ácido graxo da família Ômega 6.


Óleo de Linhaça: Ingrediente utilizado como fonte de energia e fonte

de ácido alfa linolênico, ácido graxo da família Ômega 3.

Óleo de Peixe: Ingrediente utilizado como fonte de energia e fonte de

EPA e DHA, ácidos graxos da família Ômega 3.


Ômega 3: Ácido Graxo, formado por uma cadeia de carbono com uma

dupla ligação no terceiro carbono (por isso 3). Exemplos de ácidos

graxos de interesse nutricional que compõem a família ômega 3 é o

ácido alfa linolênico, EPA e DHA.


Ômega 6: Ácido Graxo, formado por uma cadeia de carbono com

uma dupla ligação no sexto carbono (por isso 6). Exemplos de ácidos

graxos de interesse nutricional que compõem a família ômega 6 são

os ácidos linoléico e araquidônico.

Óleo de Peixe: Ingrediente utilizado como fonte de energia e fonte de

EPA e DHA, ácidos graxos da família Ômega 3.


Ômega 3: Ácido Graxo, formado por uma cadeia de carbono com uma

dupla ligação no terceiro carbono (por isso 3). Exemplos de ácidos

graxos de interesse nutricional que compõem a família ômega 3 é o

ácido alfa linolênico, EPA e DHA.


Ômega 6: Ácido Graxo, formado por uma cadeia de carbono com

uma dupla ligação no sexto carbono (por isso 6). Exemplos de ácidos

graxos de interesse nutricional que compõem a família ômega 6 são

os ácidos linoléico e araquidônico.

P

P

Palatabilidade: É a capacidade de um alimento em atrair o cão ou gato para o seu consumo espontâneo.


Palatabilizante: Ingrediente utilizado no alimento para reforçar a

palatabilidade.


pH Urinário: Sigla que indica o grau de acidez ou alcalinidade da urina. Faixas de pH urinário inadequadas favorecem a formação de cálculo

urinário.


Polpa de Beterraba: Fonte de fibra de fermentação moderada que auxilia no trânsito e saúde intestinal. Age em sinergia com os prebióticos.


Prebiótico: São fontes de substrato (alimento) para os microrganismos benéficos (Lactobacillus, Bifidobactérias) da flora intestinal e promovem efeitos positivos na saúde intestinal. F.O.S. e o M.O.S. são exemplos de prebióticos.

Palatabilidade: É a capacidade de um alimento em atrair o cão ou gato para o seu consumo espontâneo.


Palatabilizante: Ingrediente utilizado no alimento para reforçar a

palatabilidade.


pH Urinário: Sigla que indica o grau de acidez ou alcalinidade da urina. Faixas de pH urinário inadequadas favorecem a formação de cálculo

urinário.


Polpa de Beterraba: Fonte de fibra de fermentação moderada que auxilia no trânsito e saúde intestinal. Age em sinergia com os prebióticos.


Prebiótico: São fontes de substrato (alimento) para os microrganismos benéficos (Lactobacillus, Bifidobactérias) da flora intestinal e promovem efeitos positivos na saúde intestinal. F.O.S. e o M.O.S. são exemplos de prebióticos.

Premix: É um produto base utilizado na fabricação de alimentos

industrializados para cães e gatos. Os premix podem ser vitamínicos,

minerais, vitamínicos e minerais e de aminoácidos.


Probiótico: Organismo vivo que faz parte da micribiota intestinal, como

os Lactobacilos e Bífidos.


Proteína: Formada por cadeias de aminoácidos. Pode ser de origem

animal e vegetal e a maior importância está na capacidade de

fornecimento dos aminoácidos. O valor biológico assim como a

digestibilidade da proteína são importante fatores a serem considerados

em uma fonte protéica.


Psyllium: Fibra solúvel que tem grande capacidade de absorver água

formando um gel, importante para a consistência das fezes e nos gatos

evitar as bolas de pelo.

Premix: É um produto base utilizado na fabricação de alimentos

industrializados para cães e gatos. Os premix podem ser vitamínicos,

minerais, vitamínicos e minerais e de aminoácidos.


Probiótico: Organismo vivo que faz parte da micribiota intestinal, como

os Lactobacilos e Bífidos.


Proteína: Formada por cadeias de aminoácidos. Pode ser de origem

animal e vegetal e a maior importância está na capacidade de

fornecimento dos aminoácidos. O valor biológico assim como a

digestibilidade da proteína são importante fatores a serem considerados

em uma fonte protéica.


Psyllium: Fibra solúvel que tem grande capacidade de absorver água

formando um gel, importante para a consistência das fezes e nos gatos

evitar as bolas de pelo.

Q

Q

Quelatado: Ver Mineral Quelatados.

Quelatado: Ver Mineral Quelatados.

.

.

R

R

Radical Livre: Molécula instável produzida constantemente pelo

organismo. Em algumas situações como o stress e doenças, a

sua produção está aumentada. Está envolvido no processo de

envelhecimento e morte celular.

Radical Livre: Molécula instável produzida constantemente pelo

organismo. Em algumas situações como o stress e doenças, a

sua produção está aumentada. Está envolvido no processo de

envelhecimento e morte celular.

.

.

S

S

Saciedade: Termo que define o estado de satisfação plena no desejo de comer e beber. É uma conseqüência do que foi consumido. A intensidade da resposta de saciedade de uma refeição é mensurada pela duração de tempo até a próxima alimentação ou pela quantidade de alimento consumido na próxima refeição.

Saciedade: Termo que define o estado de satisfação plena no desejo de comer e beber. É uma conseqüência do que foi consumido. A intensidade da resposta de saciedade de uma refeição é mensurada pela duração de tempo até a próxima alimentação ou pela quantidade de alimento consumido na próxima refeição.

Selênio: Mineral componente de diversas enzimas.


Sorgo: Fonte de amido de absorção lenta, ingrediente interessante

para ser utilizado em alimentos destinados ao controle de peso e

diabetes.

Selênio: Mineral componente de diversas enzimas.


Sorgo: Fonte de amido de absorção lenta, ingrediente interessante

para ser utilizado em alimentos destinados ao controle de peso e

diabetes.

T

T

Tártaro: Ver cálculo dental.


Taurina: Aminoácido sulfurado sintetizado a partir da metionina e

cisteína nos cães, porém é essencial para o gato. Sua função está

relacionada ao sistema cardiovascular, visão e na reprodução.

Tártaro: Ver cálculo dental.


Taurina: Aminoácido sulfurado sintetizado a partir da metionina e

cisteína nos cães, porém é essencial para o gato. Sua função está

relacionada ao sistema cardiovascular, visão e na reprodução.

Tocoferol: Ou vitamina E, utilizada como antioxidante, evita a oxidação

do alimento e protege as células conta a ação dos radicais livres.


Tricobezoar: Ver bola de pelo.

Tocoferol: Ou vitamina E, utilizada como antioxidante, evita a oxidação

do alimento e protege as células conta a ação dos radicais livres.


Tricobezoar: Ver bola de pelo.

V

V

Valor Biológico: Conceito relativo as proteínas. Está relacionado ao

quanto de aminoácidos essenciais e não essenciais e sua capacidade de absorção. O valor biológico considerado como referência é o ovo.


Vitaminas: Estruturas químicas que possuem duas classificações,

vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K), que utilizam a gordura para

a sua absorção e utilização e por esse motivo são armazenadas

no organismo aumentando risco de intoxicação (com exceção

da vitamina E) e diminuindo o risco de carência. As vitaminas

hidrossolúveis (complexo B e vitamina C) utilizam a água para

absorção e utilização, dessa maneira não há armazenamento não

tendo risco de intoxicação e aumentando o risco de carência.


Vitamina A: Importante para a visão e regeneração e integridade

da pele.

Valor Biológico: Conceito relativo as proteínas. Está relacionado ao

quanto de aminoácidos essenciais e não essenciais e sua capacidade de absorção. O valor biológico considerado como referência é o ovo.


Vitaminas: Estruturas químicas que possuem duas classificações,

vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K), que utilizam a gordura para

a sua absorção e utilização e por esse motivo são armazenadas

no organismo aumentando risco de intoxicação (com exceção

da vitamina E) e diminuindo o risco de carência. As vitaminas

hidrossolúveis (complexo B e vitamina C) utilizam a água para

absorção e utilização, dessa maneira não há armazenamento não

tendo risco de intoxicação e aumentando o risco de carência.


Vitamina A: Importante para a visão e regeneração e integridade

da pele.

Vitamina C: Não é essencial para o cão nem para o gato, eles

conseguem sintetizar através da glicose, seu uso no alimento é

como antioxidante auxiliando a vitamina E para essa função.


Vitamina D: Importante para a fixação do cálcio nos ossos.


Vitamina E: Ver tocoferol.


Vitamina K: Responsável pela coagulação sanguínea, utilizada na

calcificação óssea e no metabolismo da proteína.


Vitaminas do Complexo B: Composto por nove vitaminas (B1, B2,

B6, B12, ácido Pantotênico, Ácido Fólico, Niacina, Biotina e Colina)

agrupadas por possuírem características e funções semelhantes,

estão relacionadas ao metabolismo da energia.

Vitamina C: Não é essencial para o cão nem para o gato, eles

conseguem sintetizar através da glicose, seu uso no alimento é

como antioxidante auxiliando a vitamina E para essa função.


Vitamina D: Importante para a fixação do cálcio nos ossos.


Vitamina E: Ver tocoferol.


Vitamina K: Responsável pela coagulação sanguínea, utilizada na

calcificação óssea e no metabolismo da proteína.


Vitaminas do Complexo B: Composto por nove vitaminas (B1, B2,

B6, B12, ácido Pantotênico, Ácido Fólico, Niacina, Biotina e Colina)

agrupadas por possuírem características e funções semelhantes,

estão relacionadas ao metabolismo da energia.

Z

Z

Zinco: Mineral importante para a integridade da pele e na ação

antioxidante.

Zinco: Mineral importante para a integridade da pele e na ação

antioxidante.

.

.